Como fazer mapas mentais e conseguir a sua aprovação

como fazer mapas mentais

Você já viu aqui mesmo no blog que a utilização dos mapas mentais é essencial para aumentar a sua capacidade de aprendizagem e absorção de conteúdo. Eles são capazes de tornar a hora prova mais tranqüila, afinal, com a ajuda deles, você será capaz de aplicar o conhecimento adquirido de forma mais rápida, segura e assertiva. Com todas essas vantagens, está na hora de descobrir como fazer mapas mentais e usá-los no seu dia a dia. Para facilitar a sua rotina de estudo, deixe os seguintes materiais separados:

Folha A4 sem pauta: os melhores mapas mentais são aqueles feitos à mão. Veja qual é a melhor posição da folha para você. Na horizontal, mais espaço poderá ser usado.

Caneta: você pode até achar estranho, mas optar pelo lápis ao invés da caneta pode ser uma grande armadilha: isso porque será fácil cair na tentação de apagar qualquer imperfeição para deixar o material perfeito. Com a caneta, a economia de tempo é muito grande.

Material para colorir: mapas mentais coloridos e atrativos são essenciais para auxiliar na retenção de conhecimento. Lápis de cor, canetinha ou giz são algumas das opções acessíveis.

Como fazer mapas mentais – Passo a passo

Para passar em um concurso público não adianta ficar estudando horas e horas sem conseguir absorver nenhum conteúdo. Talvez esse seja até o maior erro dos concurseiros: estudar de uma forma pouco efetiva. Sabendo como fazer mapas mentais você vai eliminar este problema e sair na frente da concorrência, conseguindo memorizar uma grande quantidade de informação em pouco tempo. Para criá-los, basta seguir os passos abaixo:

  1. Identifique o tema principal a ser trabalhado e coloque-o em destaque no centro da folha A4, utilizando desenhos que simbolizem o conteúdo. Sempre use letra de forma.
  2. Crie ramificações no tópico principal, de acordo com os assuntos mais importantes ligados ao tema inicial, escrevendo do centro para as extremidades.
  3. Vá criando sub-tópicos dentro das ramificações;
  4. Separe os sub-tópicos das ramificações por itens, de acordo com o grau de importância. Repita este processo com todos os tópicos que julgar importante;
  5. Utilize os materiais de colorir para deixar o seu desenho mais atrativo e use as cores de forma estratégica, separando assuntos ou destacando tópicos mais importantes. Isso irá facilitar a sua memorização.
  6. É importante entender todo o conteúdo que será utilizado no mapa e escolhê-lo com bastante senso crítico;
  7. Não mapeie coisas que você não sabe o que significam ou representam. O objetivo do mapa mental é ser uma ferramenta de estudo sucinta e objetiva.

Como fazer mapas mentais – Por que é importante desenhar?

Saber como fazer mapas mentais torna o estudo mais focado e criativo. O uso de diferentes cores na hora do desenho estimula as nossas mentes e as nossas emoções. Prova disso é que os materiais que utilizam somente cores neutras podem diminuir em até 25% a eficiência das pessoas.

Nos mapas mentais, o espaço em branco ao redor do que está colorido te ajuda a manter o foco, identificar o que é mais importante e faz com que o olho descanse dos longos textos lineares e cansativos dos livros e apostilas. Segundo a Psicologia da Cores, o uso de diferentes tonalidades pode melhorar a leitura em até 40%, fazer os níveis de aprendizagem subirem entre 55% e 68% além de aumentar a compreensão em aproximadamente 73%.

O nosso cérebro não aprende de forma linear e por isso, os mapas mentais são a melhor opção para quem quer absorver uma grande quantidade de conteúdo em pouco tempo.

Gostou da técnica de como fazer mapas mentais? O Concurseiro Ninja vai te ensinar a memorizar uma grande quantidade de conteúdo em pouco tempo! Clique aqui e conheça o nosso serviço.

Aprendeu a técnica de como fazer mapas mentais? Já usou na hora do estudo? Deixe aqui o seu comentário contando como foi a sua experiência!

Powered by WordPress. Designed by WooThemes

Acelere sua Aprovação

Descubra Técnicas Comprovadas para Acelerar sua Aprovação!

Não fazemos Spam